Portal da Transparência
Site do Legislativo

Brilhante, Império encerra desfile das escolas de samba com chave de ouro

Com muito brilho, a Império do Morro encerrou o desfile das escolas de samba já no meio da madrugada da terça-feira, 13 de fevereiro. A verde e rosa corumbaense uniu os seus 60 anos de história com uma homenagem ao principal nome de desfiles de fantasias do Estado, Valdir Gomes. “Valdir Gomes, o imperador da passarela, apresenta Império do Morro: 60 anos de glórias no Reino da Folia” foi o enredo de 2018 da escola de samba mais antiga de Corumbá.

 

Com coreografia de Joilson Cruz, os 12 componentes da Comissão de Frente simbolizaram os “Imperadores”, que foram os anfitriões da grande festa em comemoração aos 60 anos da Império do Morro. Os bailarinos ainda fizeram uso de um elemento cenográfico representando a sala do trono dos Imperadores.

 

Seu abre-alas ‘O Reino da Folia’ retratava o Rei Momo, figura do carnaval designada pelo imperador Xa Ana I e pela imperatriz Venância Duarte para organizar esse espetáculo em comemoração aos 60 anos da escola.

 

Bateria do mestre Ninho, com 120 integrantes, foi a ‘Força do Império Árabe’ comandado pelo califa Abu Bakr. Rainha de Bateria, Lucila Vitório, encenou Aixa, a esposa favorita do profeta Maomé e a filha do Califa Abu Bakr, o Imperador Árabe.

 

Alas lembram Impérios Italiano e Britânico. Baianas foram as ‘Sacerdotisas do Templo do Sol’, numa representação de que o Império Inca tinha o Sol como seu deus supremo. Desfile passou pela inspiração de Valdir Gomes para confeccionar suas fantasias.

 

Verde e rosa fez releituras do Império Asteca; do domínio do Império de Napoleão Bonaparte e do poder do Império de Fernando II, espanhol que foi apelidado de “O Católico” e conhecido por seu papel em inaugurar a redescoberta do Novo Mundo. Império do Morro trouxe carros que representaram O apogeu do Império Asteca e a soberania de Qin Shihuang que foi o primeiro Imperador Chinês.

 

Tulipas que simbolizam a força do Império Holandês; Assurbanipal, o último imperador da Síria; Mikhai I, o primeiro Czar da Rússia e o Império Persa de Ciro – O Grande mereceram destaques em alas na passarela do samba.

 

Com alegoria “O Império Romano”, contando o episódio do incêndio de Roma pelo imperador Nero, a Império iniciou a sequência final de seu desfile e apresentou as maravilhas do Império Babilônio com uma incursão pelos jardins suspensos da Babilônia.

 

Por fim, trouxe Valdir Gomes no carro Império Verde e Rosa, que exaltou Valdir como o imperador campeão das passarelas e homenageou os 60 anos de carnaval da Império do Morro.

Ficha Técnica

Presidente: Edson Fardino Cáceres

Carnavalesco: Kiro Panovitch

Mestre de Bateria: Mestre Ninho

Mestre sala: Juruna

Porta Bandeira: Vitoria

Rainha de Bateria: Lucila Victorio

Interprete: Wander Timbalada

Diretor de Harmonia: Santana

Enredo: Valdir Gomes o supremo Imperador das passarelas apresenta Império – 60 anos de

Glória no reino da folia

Cores: Verde e rosa

Número de alas: 15

Números de alegorias: 05

Elemento cenográfico: 01

Autor:
Assessoria de Comunicação Institucional
Câmara de Corumbá
Transparência