FASP 2018: Estudantes realizam apresentações no Circo da Cultura e Cidadania

Estudantes da rede pública de ensino das cidades de Corumbá e Ladário estão protagonizando apresentações de dança, música e poesia durante o Festival América do Sul Pantanal (FASP). As atividades culturais com participação dos estudantes estão acontecendo no Circo da Cultura e Cidadania, instalado no Porto Geral de Corumbá. São 22 instituições escolares da região participando do evento, além de equipes bolivianas e outras brasileiras, no total de 29 grupos.

A ideia é valorizar a cultura das nações da América do Sul, trazendo ao palco um pouco de cada povo em forma de música, dança e outras expressões culturais. As apresentações tiveram início na manhã desta quinta, 24 de maio, e continuarão na sexta, das 09h às 11h30. No final das atividades, serão premiadas as melhores equipes.

Para Athayde Nery, secretário de Estado de Cultura e Cidadania, presente durante todas as apresentações do primeiro dia, o FASP tem como principais valores “o respeito às pessoas, às ideias, ao antagonismo, à diversidade e o valor à democracia, além de ser o estado público que dialoga, cria oportunidades, abre espaço, dá acesso, formação e informação”.

A ideia é representar a cultura de nações sul-americanas através de danças, músicas e literatura. (Foto: Gisele Ribeiro)

Para ele, o FASP representa também a paz. “Você não constrói paz se você não envolver as pessoas em cima da generosidade, da solidariedade, de encaminhamentos que enalteçam aquilo que você tem de melhor como ser humano. Fazer isso com as crianças é cultuar, desde cedo, esses valores porque serão cidadãos e cidadãs que vão construir uma cidade, um estado e um país melhores numa relação no Festival em que a fronteira é só geográfica”, afirmou Athayde Nery.

“A cultura não tem fronteira, ela extrapola isso e cria essas influências, as nossas matrizes culturais dos indígenas, dos afrodescendentes, libaneses, portugueses, espanhóis… Estamos muito felizes porque o circo agrega dessa maneira, o circo não tem pátria, ele tem a possibilidade de fazer as pessoas sorrirem e elas estão sorrindo. As crianças, quando alcançadas por isso, constroem, nessa ludicidade, um horizonte muito melhor”, acredita Nery.

Para ele, a arte, cultura e educação é uma vertente importante para estimular as crianças a continuarem estudando, a acreditarem no conhecimento como também na arte. “O conhecimento é importante, mas a arte constrói a sabedoria. Esses dois elementos se definem como grandes construtores de cidadãos e é isso o que queremos fazer”, afirmou o secretário.

Conforme Pedro Rodrigues de Miranda, coordenador regional de Educação, a Coordenadoria Regional de Educação do Estado, que representa os municípios de Corumbá e Ladário, foi a responsável pela organização das apresentações culturais. “Tivemos bastante êxito na organização do evento com a parceria das escolas estaduais e municipais e a Fundação de Cultura para que esse momento único fosse realizado aqui no Porto Geral”, afirmou Pedro Rodrigues.

O Circo da Cultura e Cidadania contou ainda com participação do Circo Medellín, da Colômbia. O evento terá a participação especial da jovem cantora ladarense, Vitória Andrade, de 15 anos, que representou a região na edição deste ano do programa The Voice Kids. Vitória, que desde os oito anos de idade é aluna do Moinho Cultural, em Corumbá, conquistou o público do Programa Global, interpretando a música “Someone Like You”, da cantora britânica Adele. Para o Festival, Victória preparou um repertório regional.

Autor:
Assessoria de Comunicação Institucional

24°C

Corumbá

Mostly Cloudy

Humidity 89%

Wind 6.44 km/h

  • 05 Oct 201831°C22°C
  • 06 Oct 201832°C22°C