Analisando…

Eleição

O povo brasileiro deu uma lição de democracia neste domingo, comparecendo as urnas e fazendo valer a sua vontade soberana. Vale destacar o seguro sistema eleitoral brasileiro. O sistema foi muito criticado e colocado em cheque nestas eleições. Porém, como quem batia ganhou a eleição o assunto já caiu no esquecimento. Nem foi citado no primeiro discurso. Nos não esquecemos o chororô dos mimizentos… Parabéns ao TSE e TREs e viva a democracia!

Presidente

Eleito o 46° Presidente da Republica, Jair Messias Bolsonaro, venceu as eleições presidenciais. O capitão que sofreu um atentado no primeiro turno, que fugiu de todos os debates no segundo turno, conseguiu manter a sua ampla vantagem e chegou a vitória. Fez um primeiro discurso desastrado pelas redes sociais, corrigido depois, pelo discurso oficial escrito pela assessoria de imprensa.

Haddad

Teve uma participação muito importante neste pleito. Assumiu a campanha há 15 dias do final do primeiro turno. Conseguiu ir ao segundo turno. Tirou quase 9 milhões de votos de diferença em uma semana. Venceu em 11 estados. Venceu os governos em 5 estados (maior vencedor), elegeu 59 deputados federais (maior bancada) e ficou com a segunda maior bancada no senado.  E mais importante, teve 47 milhões de votos, o que não e pouca coisa. A goleada ficou pra próxima eleição.

Números reais

Nos números validos Bolsonaro 55% x Haddad 45%. Porem vamos observar os números totais e ver que a coisa continua muito dividida no país. Nos votos totais, Bolsonaro obteve 40% contra 32% de Haddad. Foram 16% de votos brancos, numero expressivo, e 12% de votos nulos. Então esta claro a divisão do país. Agora e aguardar as primeiras medidas do novo governo no intuito de unir o país.

Azambuja reeleito

Com o acerto dos institutos de pesquisa, o Governador Reinaldo Azambuja foi reeleito com 52% dos votos validos, contra 48% do Juiz Odilon. O governador teve muita dificuldade de vencer seu oponente sem expressão politica. Nos 10 maiores colégios eleitorais, Azambuja venceu em 5 (Campo Grande, Corumbá, Ponta Porã, Aquidauana e Maracaju) e perdeu pro adversário em 5 (Dourados, Três Lagoas, Sidrolândia, Naviraí e Nova Andradina). Vai precisar rever sua forma de administrar.

Azambuja no Pantanal

O Governador venceu nas duas cidades pantaneiras: Corumbá e Ladário. Mas fazendo um estudo mais minucioso, o Governador vai precisar pensar melhor sua forma de administrar. Em Corumbá e Ladário existem inúmeras unidades de administração do estado, com diversos cargos comissionados lotados de parceiros. O Governador trouxe pra região inúmeras obras neste ultimo ano. E as duas cidades são administradas pelo seu partido: PSDB. E nas duas a vitória sobre o adversário, que é um ilustre desconhecido, foi por diferença mínima. Ou os políticos não estão ouvindo as ruas ou a ruas ainda não falaram em alto e bom som. Algo não esta em sintonia entre o Governador e o Pantanal.

Autor:
Da Redação

24°C

Corumbá

Mostly Cloudy

Humidity 89%

Wind 6.44 km/h

  • 05 Oct 201831°C22°C
  • 06 Oct 201832°C22°C