Cinco são presos em operação contra pedofilia no Estado entre eles militar do Exército

Durante a deflagração da Operação Inocência Violada, deflagrada pela Polícia Federal, em cinco cidades do Estado, cinco pessoas foram presas, sendo que uma delas foi detida no início das investigações, em abril de 2018.

Em Campo Grande quatro pessoas foram presas, entre elas um militar do Exército. Já em Naviraí, uma pessoa foi presa com material pornográfico de crianças e adolescentes. O preso no início das investigações foi encontrado na cidade de Jardim.

Foram apreendidas cerca de 300 mídias com cada alvo, um total de 1.500 mídias com material pornográfico. Todo material será periciado. Segundo o delegado de combate ao crime organizado, Fabrício Martins Rocha, disse que a PF desenvolveu um software para encontrar pedófilos encontrando o local onde as mídias são armazenadas.

O Superintende da Polícia Federal, Cléo Mazotti, afirmou que é muito difícil traçar um perfil de um pedófilo já que não existe um perfil para uma pessoa que comete este crime. “Para pedófilo não existe perfil, nem idade, qualquer um pode ser um pedófilo”, ressaltou.

De acordo com o delegado da Polícia Federal, Fernando Rocha, mais prisões podem acontecer, como também outras operações. 44 agentes participaram da operação para cumprir 11 mandados de busca e apreensão, sendo que sete foram cumpridos em Campo Grande, um em Naviraí, um em Jardim, um em Chapadão do Sul e outro em Miranda.

Foto: Marcos Ermínio

24°C

Corumbá

Mostly Cloudy

Humidity 89%

Wind 6.44 km/h

  • 05 Oct 201831°C22°C
  • 06 Oct 201832°C22°C