Samba, bossa nova e reggae são alguns dos estilos musicais de artistas regionais do FASP 2019

O 15° Festival América do Sul Pantanal (FASP 2019)  está recheado de música regional para alegrar todos os gostos. Durante os quatro dias de evento, vários artistas do nosso Mato Grosso do Sul farão o entretenimento do público. São eles: Coletivo Vibrações, Quarteto Samba Choro, Coral dos Servidores Municipais de Ladário, Gideão Dias, Renatto Jackson, Videosonic e Guilé.

De Campo Grande, músicos do grupo Coletivo Vibrações são especialistas no gênero musical conhecido como choro. Esse tipo de música é considerado como o primeiro estilo musical urbano do Brasil, surgido ainda no final do século XIX e presente na atualidade, nas ruas, concertos e em todo o mundo. Músicos conhecidos como Chiquinha Gonzaga, Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Heitor Villa Lobos, Radamés Gnatalli, Hermeto Pascoal e Dominguinhos são propagadores desse gênero musical.

Com Lucas Rosa no vibrafone, Ivan Cruz no bandolim, Carlos Alfeu no violão, Márcio Marques na flauta e Gustavo Vilarinho no pandeiro, o grupo também toca gêneros musicais similares como samba, baião, frevo e outros. No FASP, o Coletivo Vibrações se apresenta no dia 15 de novembro, às 10h, no Porto Geral.

Também no dia 15 de novembro, o Quarteto Samba Choro fará show às 21h, no Palco da Integração, na Praça Generoso Ponce. Criado em 2013, o grupo é formado por Áttila Gomes (vocal e percussão), Adriano Praça (sopros) e Paulinho Brasilidade (pandeiro e percussões). Em suas apresentações costumam estar presentes o violonista Leonardo Bugalu e o bandolinista e multi-instrumentista Ivan Cruz.

Como já diz o próprio nome, o samba e o choro são os estilos musicais do grupo que também toca bossa nova. Músicas de artistas como Jacob do Bandolin, Cartola, Noel Rosa, Chico Buarque, Paulinho da Viola, João Gilberto e Tom Jobim, dentre outros, são apresentadas pelo Quarteto em seus shows.

Em parceria com o Comando do Sexto Distrito Naval, o projeto Coro Pérola do Pantanal, da Prefeitura Municipal de Ladário, fará apresentação no dia 15 de novembro, às 18h, no Palco Ladário. Logo depois, às 19h30 será o show do cantor Gideão Dias. Com um repertório composto por dezesseis canções autorais, sendo dez inéditas, Gideão Dias tem suas influências musicais baseadas na Salsa, Hip Hop e o Brejeiro.

No sábado (16), às 10h, é a vez da banda Videosonic mostrar seu talento no 15º Festival América do Sul Pantanal. No Instituto Moinho Cultural, apresentará seu show instrumental com mixagem videomapping, projeções mapeadas, mostrando a importância da utilização de espaços públicos por artistas.

No mesmo dia, às 21h, no Palco Integração, na Praça Generoso Ponce, o cantor Renatto Jackson mostrará ao público do FASP 2019, seu show repleto de música com poesia. A apresentação dele é chamada de Música e Sentimento, pois mistura sensações, sentimentos, música e poesia com influências do samba, reggae, black music e dub.

Por último, no domingo (17), às 21h, o músico Guilé apresentará seu show no Palco da Integração, na Praça Generoso Ponce. De sua música, Guilé diz que ela serve para “viver, espantar o mal e renascer”. O gênero musical dele é o popular brasileiro, com elementos da música contemporânea.

Realizado com investimento público da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul e patrocínio da Energisa, Vale, Caixa Econômica Federal e Governo Federal, o 15º Festival América do Sul Pantanal (FASP) acontece entre os dias 14 e 17 de novembro e conta com apoio e parceria da Prefeitura Municipal de Corumbá.

Texto: Fundação de Cultura de MS

24°C

Corumbá

Mostly Cloudy

Humidity 89%

Wind 6.44 km/h

  • 05 Oct 201831°C22°C
  • 06 Oct 201832°C22°C