Músicos são quase a metade dos inscritos no edital emergencial “MS Cultura Presente”

O edital emergencial “MS Cultura Presente” recebeu, aproximadamente, 650 inscrições do dia 02 a 13 de abril. Dos inscritos, quase 47% foram músicos, seguidos por profissionais das Artes Cênicas (Teatro, Dança e Circo), com 16%. Conforme a presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), Mara Caseiro, como não foram atingidas as 722 inscrições previstas, outro processo emergencial deverá ser lançado em breve.

Logo depois da Música e das Artes Cênicas, o segmento que mais teve adesão ao edital foi o do Artesanato, com 14%. Em seguida estão as Artes Visuais (9%), Audiovisual (7%), Literatura (5%) e Patrimônio Cultural (3%). Ao todo foram enviados 500 vídeos que, caso selecionados, estarão disponíveis nas redes sociais da Fundação de Cultura e do Governo do Estado. O número de vídeos é menor que o de inscrições, pois alguns artistas apresentaram sua performance em dupla, grupo ou banda.

Como não foi alcançado o número total de inscritos, Mara Caseiro já confirmou o lançamento de novo edital. “Conversei com o governador Reinaldo Azambuja e com o secretário de Governo, Eduardo Riedel, sobre a possibilidade de abrir novo processo emergencial para que mais artistas possam ser beneficiados. No caso, aguardaremos a finalização deste processo para lançarmos outro”, disse.

Fase de Análise

Com o término das inscrições na última segunda-feira (13), as quatro comissões formadas por servidores da FCMS e membros da sociedade civil estão na fase de avaliação dos vídeos. Depois dessa etapa haverá a publicação dos selecionados, o prazo de recurso e, por fim, a homologação dos artistas contemplados que deve acontecer até o dia 25 deste mês.

“O Conselho Estadual de Cultura e a equipe da Fundação de Cultura se reuniram para juntos pensarmos numa forma de ajudarmos os artistas que vivem exclusivamente de sua arte, e que se encontram prejudicados com essa pandemia do coronavírus. Como todos sabem, as atividades artísticas como feiras, exposições, teatros, shows, enfim, estão todas suspensas e, portanto, esses profissionais da arte e da cultura estão sem condições básicas de sobrevivência. Diante disso, com o apoio do Governo do Estado, nós lançamos esse edital emergencial”, afirmou Mara.

Devido ao caráter emergencial, o processo emergencial tem etapas mais curtas para que ainda em maio, os artistas selecionados recebam a primeira parcela de R$ 900,00 do total de R$ 1.800,00. Aos grupos com mais de quatro integrantes, foi estipulado o valor de R$ 7.200,00, parcelados em partes iguais a cada um dos artistas.

24°C

Corumbá

Mostly Cloudy

Humidity 89%

Wind 6.44 km/h

  • 05 Oct 201831°C22°C
  • 06 Oct 201832°C22°C