Última noite do Fasp marcou a estreia do show “Memórias” de Aurélio Miranda e Tostão e Guarany

A última noite do Festival América do Sul Pantanal (Fasp), no domingo, marcou o reencontro no palco de três grandes artistas da música sertaneja sul-mato-grossense – o violeiro Aurélio Miranda e a dupla Tostão e Guarany, os quais, juntos, planejam shows por todo o Estado. O show “Memórias” é o resgate da trajetória destes ícones da verdadeira música de raiz que converge em vários momentos ao longo de 35 anos de estrada.

Aurélio Miranda foi o Cruzeiro do trio Cruzeiro, Tostão e Centavo e buscou carreira solo na década de 1980, quando Tostão formou uma das duplas de maior sucesso com Guarany. “Esse show representa o resgate de tudo e mais do que prazer participar do projeto é a responsabilidade pelo grande trabalho realizado por mais de três décadas”, afirma Guarany, o mais novo entre os três artistas.

Violeiro Aurélio Miranda

O show de uma hora, no palco principal do Fasp, na Praça Generoso Ponce, atraiu grande público. Com a participação do harpista Fábio Kaida na banda, os músicos interpretaram grandes sucessos, a maioria de autoria de Aurélio Miranda, como “Estrada de Chão” – um dos ícones da música sertaneja regional -, “Flor da Fronteira”, “Capetinha” (autoria de Benedito Silvério e Paraíso) e “Uma Viola no Chamamé”, além de “Mercedita” e outros kits fronteiriços.

Reconhecimento

Um dos momentos especiais do show foi a presença no palco do corumbaense Sandro Nemer, autor da letra de Nossa Senhora do Pantanal, musicada por Aurélio Miranda e que se tornou um de seus maiores sucessos e foi vencedora de um festival em 1979. De volta aos camarins, após o show, o violeiro estava feliz, apostando no sucesso do novo projeto com Tostão e Guarany. “Estou ao lado de grandes músicos e a proposta tem tudo para dar certo”, disse.

Tostão e Guarany

O convite para se apresentar no Fasp é o reconhecimento dos organizadores do evento a música sertaneja de Mato Grosso do Sul, na avaliação do cantor Guarany. Ele lembra que teve uma participação em um dos primeiros festivais como apresentador de palco. Aurélio Miranda foi homenageado pelo Fasp em uma das edições na década passada e gostou de abrir o show de Roberta Miranda. “Dessa forma demonstram que acreditam no trabalho dos artistas da terra”.

Autor:
Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

24°C

Corumbá

Mostly Cloudy

Humidity 89%

Wind 6.44 km/h

  • 05 Oct 201831°C22°C
  • 06 Oct 201832°C22°C