PMA prende e autua homem em R$ 1 mil por prática de pesca predatória

Policiais Militares Ambientais de Aquidauana, que trabalham na operação piracema, estão monitorando os cardumes, especialmente, nas cachoeiras e corredeiras onde eles são mais vulneráveis. Na madrugada de hoje (12) às 3h, uma equipe prendeu um pescador que pescava com tarrafa (petrecho proibido), na cachoeira do Serrano, local proibido à pesca, mesmo fora do período do defeso, no Distrito de Piraputanga.

Felizmente a PMA prendeu o infrator, o qual é reincidente e famoso pela prática de pesca predatória na região, quando iniciava a pescaria ilegal e havia capturado somente 5 kg de pescado das espécies Jurupensem, Jurupoca e Mandi. Com a tarrafa poderia em pouco tempo dizimar cardumes.

O infrator, de 30 anos, conhecido como Japa, residente em Piraputanga, recebeu voz de prisão e foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana, onde foi autuado em flagrante e responderá por crime ambiental de pesca predatória. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. Ele também foi autuado e multado administrativamente em R$ 1.000,00. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

A PMA revezará as equipes e continuará em fiscalização preventiva, fundamental para evitar a depredação dos cardumes, especialmente com uso desses tipos de petrechos ilegais que possuem alto poder de captura, neste período crítico de piracema.

24°C

Corumbá

Mostly Cloudy

Humidity 89%

Wind 6.44 km/h

  • 05 Oct 201831°C22°C
  • 06 Oct 201832°C22°C