Estação Primeira do Pantanal aposta nas Mil e Uma Noites e anima foliões

A Estação Primeira do Pantanal levou para avenida o enredo “Waaleikum As-Salaam – As Mil e Uma Noites da Estação Primeira”. A agremiação contou importantes histórias como Aladim e Simbá, bem como as histórias do Líbano, Palestina, do oriente médio em geral, mostrando também a plantação e as colheitas da época.

Comissão de Frente “Beduínos, guias do deserto’. Povo nômade que vive nos desertos do Oriente Médio e do norte da África. Os beduínos representam cerca de 10% dos habitantes do Oriente Médio. Com 11 bailarinos e elemento cenográfico com tripé.

Carro abre-alas ‘Expresso do Oriente’. Foi o serviço de trem de longa distância que, no seu ápice, ligava Paris a Constantinopla (hoje Istambul). Desde a sua inauguração em 1883 até hoje, a sua rota foi alterada muitas vezes, seja por logística ou por questões políticas. Foi considerado um dos trens mais luxuosos do mundo, com passageiros que incluíam desde burgueses milionários até membros da aristocracia europeia.

Os 70 ritmistas da bateria com fantasias representando ‘O Profeta’, a figura mais importante do islamismo. Nascido em Meca no ano 570 como Mohammad, passou a maior parte da vida como mercador analfabeto, mas, aos 40 anos, teria recebido suas primeiras revelações do Arcanjo Gabriel. O fenômeno se repetiu por 23 anos e deu origem ao Corão, livro sagrado dos islâmicos. Maomé pregou a devoção a um Deus único (Alá), lutou contra o infanticídio e defendeu a divisão de terras dos ricos com os pobres, contrariando a classe dominante de Meca. Foi perseguido e mudou-se para Medina, onde estruturou uma poderosa tropa.

Carro alegórico ‘Meca, a Mesquita Sagrada’. Meca é uma cidade da Arábia Saudita considerada a mais sagrada no mundo para os muçulmanos, situada na província homônima. A tradição islâmica atribui sua fundação aos descendentes de Ismael. No século VII, o profeta islâmico Maomé proclamou o Islã na cidade que era,então, um importante centro comercial.

Ala das Baianas ‘Sherazade e as Mil e uma Noites’. Considerada a autora das histórias constantes no livro das Mil e Uma Noites, o fazia para fugir do destino cruel da morte, uma vez que, ao contar histórias ao Sultão, e não as terminava, forçava-o o manter viva a noiva para saber o fim da história na noite seguinte.

Carro ‘Aladim e a lâmpada maravilhosa’. Menino pobre que descobre em uma de suas aventuras (ou roubos) uma lâmpada de querosene empoeirada. Quando ele a esfrega para tirar o brilho… eis que surge um Gênio, que lhe concede desejos. No enredo, os desejos pedidos são Sorte, paz e Esperança, traduzidos em símbolos presentes na alegoria.

Desfile encerrou com alegoria ‘A Grande Aihtifal Celebração e festa!’. Carro retratou a o ambiente de celebração e alegria típicos da comunidade Árabe, com muita fartura e extravagância! Trata-se do cortejo que celebra a união entre a Cidade Branca e um dos povos que mais colaboraram com a construção de sua identidade única no estado do Mato Grosso do Sul! Viva o Povo Árabe! Salamaleikum!

24°C

Corumbá

Mostly Cloudy

Humidity 89%

Wind 6.44 km/h

  • 05 Oct 201831°C22°C
  • 06 Oct 201832°C22°C